Início Notícias Repórteres do Intercept Brasil depõem em ação movida pela Igreja Universal

    Repórteres do Intercept Brasil depõem em ação movida pela Igreja Universal

    Reportagem "Igreja Bilionária" mostra como a Universal embolsa R$33 bilhões em quatro anos e meio só em doações bancárias

    Igreja Bilionária: Reportagem do Intercept Brasil sobre a Igreja Universal (Foto: Reprodução)
    Igreja Bilionária: Reportagem do Intercept Brasil sobre a Igreja Universal (Foto: Reprodução)

    Os repórteres Tatiana Dias e Gilberto Nascimento, do The Intercept Brasil, depuseram nessa terça-feira, 9 de maio na Polícia Civil de São Paulo por causa de uma investigação movida pelo Ministério Público do Estado a pedido da Igreja Universal do Reino de Deus.

    O caso envolve a publicação, em julho do ano passado, da reportagem Igreja Bilionária, que revelou um levantamento sigiloso do próprio MP SP que mostrou como a igreja comandada por Edir Macedo embolsou, entre 2011 e 2015, R$33 bilhões em depósitos bancários, alguns deles sob suspeita de lavagem de dinheiro por parte das autoridades.

    Eles exigiram que a polícia nos investigasse para saber como encontramos esses documentos e quem nos entregou o material”, explica Tatiana. “A Universal quer descobrir quem é nossa fonte. Isso vai contra nosso direito constitucional de manter o sigilo das fontes, e a polícia quer que a gente colabore com isso”.

    Ela acrescentou ainda que o simples fato de a investigação estar ocorrendo já é preocupante e que obrigar jornalistas a depor é totalmente ultrajante: “É uma intimidação e uma clara afronta ao nosso direito constitucional à liberdade de imprensa e à proteção da fonte”.